Uma noite de arte e cultura - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN
  • Home
  • Núcleos
  • Uma noite de arte e cultura

Uma noite de arte e cultura

A UFRN completou as celebrações dos 60 anos da sua fundação, a qual ocorreu em 25 de junho de 1958. Durante o ano de 2018, a gestão da reitora Ângela Paiva Cruz promoveu diversos eventos alusivos aos “60 anos”: logomarca, visitas, homenagens, lançamentos de livros, entrevista, enfim, ações educacionais, festivas e culturais que marcaram as seis décadas de vida da obra que se transformou, ao longo dos anos, na maior benesse social do Rio Grande do Norte. O médico Onofre Lopes não somente foi o pai da ideia de criar uma Universidade no estado, mas foi também o principal artífice na consolidação da épica proposta, e, para isso, contou com o apoio do então Governador Dinarte Mariz. A palavra épica cabe aqui muito bem, pois os primeiros tempos da Universidade foram plenos de feitos heroicos, vividos por Onofre Lopes e por uma plêiade de pessoas ilustres que o ajudaram nos passos iniciais da instituição. 

A reitora Ângela Paiva e sua equipe foram felizes ao proporem que a aula magna da UFRN, em 2018, contasse com a presença dos ex-reitores da UFRN, a fim de que eles pudessem expor suas visões e suas experiências sobre o papel da UFRN no desenvolvimento do Rio Grande do Norte, bem assim de ressaltar suas principais metas de sucesso nas respectivas gestões. Momento memorável viveu a UFRN, na manhã do dia 16/03/2018, quando 6 dos 7 ex-reitores vivos – além da anfitriã – compuseram um amplo painel histórico, sob a brilhante coordenação do Professor Tarcísio Gurgel, no auditório da Reitoria, perante uma plateia numerosa e atenta. 

A aula magna exposta em palavras faladas se transformou em palavras escritas, com textos que viraram livro, sob a coordenação das professoras Angela Almeida e Célia Ribeiro. São oito textos da lavra dos professores Domingos Gomes de Lima – não compareceu mas enviou seu relato –, Diogenes da Cunha Lima, Genibaldo Barros, Daladier Pessoa Cunha Lima, Geraldo dos Santos Queiroz, Óton Anselmo, José Ivonildo do Rego e Ângela Maria Paiva Cruz. 

O lançamento dessa obra resultou em outro momento memorável da UFRN, na noite de 21/12/2018, com a presença da reitora Ângela Paiva, do vice-reitor José Daniel – já eleito reitor –, dos ex-reitores/autores, do diretor da Edufrn Luiz Passegi, do diretor da Escola de Música Jean Joubert Mendes, e de muitos convidados. Além de informativo, o livro revela um pouco – ou um muito? – da alma da UFRN, trazida à tona pela emoção envolta nas palavras dos que tiveram o condão de dirigir a Universidade, passantes timoneiros, sempre na busca do seu destino de glórias. O ato solene ocorreu no saguão da Escola de Música da UFRN, local que me conforta por felizes lembranças, porquanto a construção desse prédio – o melhor das escolas de música do Brasil – e o seu significado para a expansão dos estudos musicais do nosso estado é um dos destaques do meu reitorado. Na ocasião, foi também lançado o livro Nosso Maestro – biografia de Waldemar de Almeida, autoria do escritor Cláudio Galvão, com a honrosa presença do médico Clóvis de Almeida, filho do biografado. Para concluir essa noite de pura arte e cultura, o professor e artista Danilo Guanaes brindou o público presente no auditório da Escola de Música com a pré-estreia da ópera Sapiens, cuja performance resultou em intensos aplausos. Tudo inesquecível. 

Daladier Pessoa Cunha Lima

Reitor do UNI-RN



Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web.

Política de Privacidade Ver opções