Os dois Carlos - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN
  • Home
  • Institucional
  • Os dois Carlos

Notícias

Os dois Carlos
27.06.2013

Carlos Baptista e Carlos Machado são dois médicos brasileiros que se destacam em âmbito mundial, na pesquisa e no ensino da anatomia humana. Ambos são professores em boas universidades dos Estados Unidos, bem como são mestres que sabem vincular a arte e a ciência. Conheci os dois aqui em Natal: Baptista, em 2012, e Machado, em 2013, durante congressos de Anatomia Humana promovidos pelo UNI-RN, sob a coordenação do Professor André Davim. Simples, cordiais e modestos, mas também competentes, cultos e criativos, venceram em um meio acadêmico ultra competitivo e respeitado, pois aquele país detém cerca de 35% das 200 melhores universidades do planeta, conforme o ranking do Times Higher Education.

Carlos Baptista formou-se em 1981, na Faculdade de Medicina de Itajubá, Minas Gerais. Após se formar, trabalhou alguns anos como médico clínico, mas a anatomia era a sua paixão. Foi quando o grande Professor Liberato Di Dio (1920-2004), ícone maior da anatomia humana no Brasil e de grande realce nos Estados Unidos e na Europa, entrou nos destinos do Carlos Baptista. Di Dio, então professor do Medical College of Ohio, nos Estados Unidos, diante da proposta de Baptista para ir estudar anatomia naquela escola médica, sugeriu ao jovem médico paulistano um mestrado e um doutorado prévios. Desta forma, Carlos terminou o mestrado em 1986, e o doutorado em 1987, ao mesmo tempo em que foi professor assistente da USP. Logo depois, recebeu convite de Liberato Di Dio para ser professor assistente no Medical College of Ohio, ao lado deste famoso mestre da anatomia humana. Depois de outros estudos e do pós-doutorado nos E. Unidos, abraçou a causa da plastinação, técnica criada pelo pesquisador alemão Gunther von Hagens nos anos 1970, a qual consiste em retirar toda a água e gorduras das peças anatômicas e preencher com polímeros. Hoje, Carlos Baptista dirige um dos melhores centros de plastinação do mundo e é Professor da Universidade de Toledo – Ohio –, além de presidir a International Society for Plastination.

Uma rápida leitura biográfica do médico Carlos Machado mostra a ênfase artística da sua vida, muito mais forte do que os apelos da sua formação acadêmica, ou seja, um artista plástico de nascença se formou em medicina. Desde menino, ainda no curso primário, fazia ilustrações dos assuntos de todas as matérias. Por volta dos dez anos, começou a se interessar pela anatomia de pequenos animais, de cujos órgãos fazia ilustrações. Devido às suas pinturas e desenhos, foi chamado de mini gênio em um artigo de jornal do Rio de Janeiro, e levado ao programa de TV Discoteca do Chacrinha, quando ganhou todo o material necessário para pintura à óleo ao ar livre. Formou-se médico no início da década 1980, mas deu prioridade às atividades de artista, com trabalhos para editoras, agências de propaganda, televisão e algumas grandes empresas. Porém, desde o tempo de aluno do curso médico, nunca parou de produzir ilustrações de órgãos do corpo humano. Em 1991, morreu nos Estados Unidos o Dr. Frank Netter, o maior ilustrador dos estudos médicos em todo o mundo, e o editor do famoso mestre passou a procurar alguém que tivesse talento à altura para continuar sua obra. Carlos Machado, então, enviou sete trabalhos de sua autoria, para concorrer com algumas dezenas de candidatos à nobre função. Ele foi o vencedor e, em 1994, mudou-se para os Estados Unidos, na honrosa condição de continuador da obra de Frank Netter, além de se tornar Professor da Universidade do Texas, campus de San Antonio. Carlos Machado já produziu cerca de duas mil ilustrações para a Coleção Netter de livros médicos de várias especialidades, bem como para a coleção Clinical Symposia e para o Atlas de Anatomia Humana do Netter, uma referência mundial nessa área de estudos.

Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web.

Política de Privacidade Ver opções