Honras a um homem de bem - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN
  • Home
  • Núcleos
  • Honras a um homem de bem

Honras a um homem de bem

O nome Marcelo Navarro Ribeiro Dantas é perfeito para se unir à locução "homem de bem". Algumas vezes, o uso dessa expressão traz somente uma parcela de verdade, para mais ou para menos, de acordo com o nome ao qual se vincula. Não raro a ouvimos nos instantes de grande emoção, ou mesmo fora dessas horas, fruto da amizade, de gratidão, ou de outros motivos de ordem particular. No entanto, em diversos casos, transmite o real perfil humano de alguém, nas suas diversas etapas, fases e cenários, como um traço de união de coerente forma de agir perante as demandas da vida. É o caso de Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, e é assim que o vejo.  Presto honras primeiro ao cidadão honrado, ao homem de bem, do qual emanam as virtudes que se prolongam na vida familiar, no círculo de amigos, nos âmbitos social e profissional, enfim, em qualquer ação ou lugar onde se pressinta sua presença.

O francês Blaise Pascal (1626-1662) dedicou-se à matemática, à física, criou teorias e teoremas, foi também um pensador e autor de frases célebres. No seu livro "Pensamentos", encontrei algo que me inspirou o tema deste texto: "Homem de bem. É preciso que não se possa dizer dele nem que é matemático, nem pregador, nem eloquente, mas que é homem de bem. Esta qualidade universal é a única que me agrada." A presença de Marcelo Navarro no Superior Tribunal de Justiça é a certeza de que, antes de tudo, será mais um cidadão de bem na alta Corte, como convém à nação inteira. Ainda melhor porque esse cidadão leva consigo uma formação jurídica, cultural e humanística das mais fecundas que se pode ter, haja vista o quanto ele é admirado entre os mais admirados juristas do Brasil. O homem de bem e o homem culto Marcelo Navarro Ribeiro Dantas honrará o STJ, da mesma forma que honrou os Tribunais por onde passou, pois seu nome só traz grandeza moral e intelectual a qualquer Corte de Justiça.

Não consigo pensar e escrever sobre Marcelo Navarro Ribeiro Dantas sem ter na lembrança o nome do seu pai, o Professor Múcio Villar Ribeiro Dantas. Se não privei da sua amizade mais próxima, de longe acompanhei sua vida de homem correto, probo, respeitado por todos, tanto pela sua dignidade pessoal, quanto pela amplidão do saber jurídico, figurando entre os maiores juristas do Estado, em qualquer tempo. Professor de Direito dos mais respeitados por seus alunos, Consultor e Procurador Geral do Estado, advogado, empresário, seu nome ocupa um lugar de destaque no Panteão das maiores figuras humanas do Rio Grande do Norte.

Volto a Blaise Pascal: "A natureza se imita. Um grão lançado em boa terra produz. Um princípio lançado em bom espírito produz". Os princípios do homem de bem e a semente do estudo e do saber, deixados por seus genitores, floresceram e fizeram de Marcelo Navarro o jurista completo e certo para ocupar o lugar de Ministro do STJ, para atuar ao lado de eminentes pares, entre eles um brilhante norte-rio-grandense, o Ministro Luís Alberto Gurgel de Faria. Marcelo Navarro Ribeiro Dantas merece o apoio não somente de pessoas que ocupam altos cargos públicos, mas também de todos os cidadãos e cidadãs do Brasil que anseiam por mais Justiça.

Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web.

Política de Privacidade Ver opções