UNI-RN realiza evento sobre o Dia da Consciência Negra - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN

10.11.2017

UNI-RN realiza evento sobre o Dia da Consciência Negra

Para conscientizar a comunidade acadêmica sobre a importância de se aplicar o estatuto de igualdade jurídica, formalmente existente entre as etnias que formam e enriquecem o Brasil, é preciso valorizar as contribuições de cada grupo cultural. E principalmente, resgatar a memória e valorizar a contribuição dos grupos afrodescendentes que formaram o povo brasileiro. Partindo dessa premissa, o curso de Serviço Social do UNI-RN traz ao debate a contribuição dada pelo povo africano ao Brasil e à cultura brasileira. Os debates ocorrem em alusão ao Dia da Consciência Negra, comemorado, oficialmente, no dia 20 de novembro. 

Denominado "Africana (mente) Brasil", o evento, que acontece no dia 22 de novembro, pretende resgatar e valorizar a memória e a contribuição dos grupos afrodescendentes que formaram a cultura brasileira, através de uma roda de conversa sobre a imagem da África na visão dos brasileiros, bem como sobre a cultura e o tratamento que os cidadãos africanos recebem no Brasil.  "Esta é uma discussão que se faz necessária em todas as instâncias da sociedade, tendo em vista atitudes racistas entre jovens que vêm sendo compartilhadas em redes sociais e praticadas em estádios de futebol, apontando para a importância de uma formação cidadã, inclusiva e tolerante para que as pessoas possam atingir um progresso humano semelhante ao que o campo tecnológico nos demonstra", ressalta a professora Izete Dantas, coordenadora do curso de Serviço Social do UNI-RN.

O debate vai contar com a presença de quatro palestrantes – a professora, mestre em letras, Marcela Grazielly Rocha, os estudantes africanos Pingréwaoga Béma Abdoul Hadi Savadogo  e Mansour Gakou (de Senegal e Burquina Faso) alunos da pós-graduação da UFRN e o Professor de educação física,  Ulemas da Silva Ramos . 

Como tema das discussões, os estudantes estrangeiros vão abordar na palestra: “O Islã em África de oeste: fé, intelectualidade e lutas sociais”;  a professora Marcela Rocha, vai trazer para o debate o tema: “Revirando o baú na sala de aula: a tenacidade do cotidiano na obra de Cidinha da Silva” e o professor Ulemas Ramos : “Capoeira, escola e comunidade”.

O evento vai acontecer no Espaço Luz, a partir das 19h e tem a coordenação da professora Deyse Sena, do curso de Serviço Social. 

As inscrições para participar do evento ainda podem ser feitas no evento.unirn.edu.br.

SIM, OBRIGADO!