UNI-RN é certificado como Instituição que estimula o empreendedorismo jovem - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN
  • ACESSIBILIDADE:
  • Aumentar Fonte
  • Tamanho original
  • Diminuir Fonte
  • Contraste
28.01.2020

UNI-RN é certificado como Instituição que estimula o empreendedorismo jovem

O Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN) foi certificado pela RN Júnior, empresa que integra a rede Movimento Empresa Júnior, como uma Instituição de Ensino Superior que fomenta o empreendedorismo no âmbito universitário.

O certificado veio por meio da empresa júnior Animus, do curso de Direito do UNI-RN.

Na noite de ontem (quinta-feira, 27/01), os alunos que compõem a diretoria da Animus foram recebidos pelo reitor do UNI-RN, professor Daladier Pessoa Cunha Lima. Na ocasião, eles fizeram a entrega do certificado ao reitor e apresentaram um balanço da atuação da empresa no ano de 2019 e as metas e projetos para 2020.

A coordenadora do curso de Direito, professora Úrsula Bezerra, acompanhou os alunos na reunião com o reitor.

Primeira empresa júnior do curso de Direito do UNI-RN, a Animus Consultoria Jurídica visa dar oportunidade de atuação no mercado de trabalho aos alunos do curso de Direito da instituição. Por meio da prática jurídica, eles aliam o empreendedorismo com a atividade formal do Direito.

A diretoria do projeto é composta pelos alunos Gabriela Cândida, Poema Mascena e Leonardo Fraifer, sob a coordenação do professor Marcelo Torres.

A Animus tem atuação em Natal, prestando serviços como: regularização jurídica de empresas ou associações, com a devida elaboração de contrato social, estatuto, regimento interno no CNPJ, entre outros, visando a dar segurança jurídica às empresas e associações clientes. 

“O empreendedorismo é, hoje, o principal fator de desenvolvimento econômico e social do Brasil. É por meio dele que se geram empregos, renda e se produz riquezas. Sem contar que é uma realização para o jovem, com seu espírito de inquietação, ousadia e pro-atividade. Nesse contexto, o ensino acadêmico é de suma importância para desenvolver o potencial empreendedor na formação desses jovens”, ressaltou o professor Daladier.


SIM, OBRIGADO!