Professor de Enfermagem publica artigo científico sobre COVID-19 na gravidez - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN
  • ACESSIBILIDADE:
  • Aumentar Fonte
  • Tamanho original
  • Diminuir Fonte
  • Contraste
10.11.2020

Professor de Enfermagem publica artigo científico sobre COVID-19 na gravidez

Artigo científico de autoria do professor Kleyton Medeiros esclarece as características clínicas da COVID-19 em grávidas e analisa a morbimortalidade materna e fetal. O trabalho foi publicado na revista BMJ Open (Qualis A, fator de impacto 2.71).

A produção acadêmica, intitulada Impact of SARS-CoV-2 (COVID-19) on pregnancy: a systematic review and meta-analysis protocol, tem como objetivo esclarecer as características clínicas da COVID-19, analisar a morbimortalidade materna e fetal, bem como descrever os resultados obstétricos e neonatais de pacientes grávidas com COVID-19.

Especialistas afirmam que a pandemia COVID-19 vem crescendo em ritmo acelerado e se tornou uma emergência de saúde pública. Para eles, mulheres grávidas e seus fetos são suscetíveis à infecção viral, e os desfechos nessa população precisam ser investigados.

Além disso, alguns estudos relatam que gestantes com pneumonia por COVID-19 apresentam maior risco de cesariana e parto prematuro, além de diminuição do Apgar e baixo peso ao nascer do recém-nascido.

O trabalho foi orientado pela professora doutora Ana Katherine, professora titular do Departamento de Toco-ginecologia da UFRN. Outros nomes também são responsáveis pela parceria que resultou na produção do artigo. Integram a autoria do trabalho profissionais acadêmicos da UFRN, UFC e Liga Contra o Câncer.

Entre os co-autores estão: Ayane Cristine Alves Sarmento, Erico Silva Martins, Ana Paula Ferreira, José Eleutério Júnior. e Ana Katherine Gonçalves.

Docente UNI-RN

O professor Kleyton Medeiros é discente do doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde (UFRN) e professor do curso de Enfermagem do UNI-RN. Teve um artigo científico produzido em parceria com outros profissionais publicado no periódico internacional BMJ Open considerado Qualis A pela CAPES.

SIM, OBRIGADO!